sábado, 6 de outubro de 2007

Apito Dourado: Leonor Pinhão e o marido tentam sair impunes do filme "Corrupção"

Pronto a ser exibido, a argumentista e o realizador, Leonor Pinhão e João Botelho, resolveram deixar o filme difamatório "Corrupção", da Utopia Filmes, recusando-se a assinar a ficha técnica, num gesto interpretado por muitos como uma tentativa de se verem livres dos processos por difamação e as indemnizações a que estarão sujeitos, bem como, chamar atenção para a estreia.

NÃO ASSINAM E AINDA DÃO A ENTENDER QUE É POR CULPA DE PINTO DA COSTA

A versão oficial é que Alexandre Valente, o produtor, terá discordado da alternativa montada pelo cineasta e, numa nova montagem que realizou sem a participação de Botelho, alterou a banda sonora, cortou cenas e recolocou alguns planos na fita protagonizada por Margarida Vila-Nova e Nicolau Breyner. A julgar pelas centenas de comentários que se podem ler na blogosfera, a estratégia surtiu efeito, porque já andam anónimos a dizer que estes cortes terão tido a influência de Pinto da Costa.

ATIRAR A PEDRA E ESCONDER A MÃO

Como resultado, João Botelho e Leonor Pinhão não vão assinar a ficha técnica e Alexandre Valente apresenta o filme a 1 de Novembro, em nome próprio, numa atitude inédita em Portugal. O filme, difamatório, baseado no livro "Eu, Carolina" ao qual se veio a descobrir recentemente que Leonor Pinhão acrescentou 58 páginas a implicar Pinto da Costa em corrupção, fica assim sem autores, passando a ser aparentemente mais difícil aos lesados imputar uma queixa por difamação.

FILME "CORRUPÇÃO" DE ALEXANDRE VALENTE

Ao não ser assinado, o filme que o autor dizia em entrevistas que iria resistir ao tempo e a Pinto da Costa, se o fizer, passa assim a figurar para a história como sendo da autoria de Alexandre Valente, varrendo por completo o nome do verdadeiro autor, o realizador benfiquista acima referido, que parece não ter pensado nisso, ao recusar-se a assinar.

TRAILER DE FILME DIFAMATÓRIO EXIBIDO EM PLENO ESTÁDIO DA LUZ

Depois de ser exibido pela primeira vez no ‘Telejornal’ da RTP em inícios de Setembro, ou seja, depois de ter o apoio da televisão estatal, paga por todos os contribuintes, inclusive os portistas que são enxovalhados no filme, o trailer do filme chegou este fim-de-semana aos ecrãs gigantes do Estádio da Luz, no intervalo do Benfica-Sporting, deixando no ar a ideia que é algo que desde o início tem o beneplácito do presidente do Sport Lisboa e Benfica, como aliás há testemunhos nesse sentido, pelo menos em relação ao livro "Eu, Carolina", em que se baseou o filme e que, segundo a irmã gémea de Carolina Salgado, Ana Curado, foi encomendado por Luis Filipe Vieira.

DIFAMAÇÃO TEM SITE

A selecção de imagens pode também ser visionada no site oficial www.corrupcao.net, onde, até ontem, ainda constava João Botelho como realizador da fita.

Nota: Esta notícia teve por base um artigo da edição online do Correio da Manhã. Foi alterado e não reflecte de modo algum o que vinha no original. Pode lê-lo carregando na ligação que se segue:

Ver original do Correio da Manha

1 comentário:

O Viriato disse...

Um dia, quando a poeira poisar, iremos vislumbrar toda a verdade sobre a corrupção no futebol, porque a há, como há em quase todas as actividades da vida nacional. INFELIZMENTE. O que é estranho é que no Futebol, AO CONTRÁRIO DAS RESTANTES , esta parece estar (ou querem fazê-la estar) circunscrita a uma localidade específica e a uma corporação específica: aguardemos pela acalmia.

Saudação


Uma verdade incontestavel no Jornal O Jogo...